terça-feira, 29 de setembro de 2009

Para fazer pão

Minha vida se divide entre pré-máquina de fazer pão e pós-máquina de fazer pão [vamos agradecer ao meu digníssimo namo que me deu o eletro de aniversário]. Antes meus pães eram tijolos, agora uns já chegaram ao status de nuvem, vejam só!

Quando comecei a assar em forno convencional, apareceram algumas dúvidas sanadas pela minha consultora master, mamãe e alguns passeio pela blogosfera. São dicas que valem muito a pena, então divido com quem ainda não sabe:

Para começar, a massa. Minha receita coringa é a de Pão de Iogurte que veio no manual da MFP com algumas modificações. Aí vai:

Pão de Iogurte
(Ciclo Normal ou Sanduíche)

1 copo de iogurte natural (uso sempre buttermilk - 1 copo de leite desnatado + 2 colheres de vinagre no microondas por 30 segundos - o negócio é azedar, mesmo)
1 colher (sopa) de margarina ou óleo
1 1/2 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de açúcar
2 copos de farinha de trigo especial (gosto de usar outros cereais, então sempre substituo o equivalente a 1/3 do copo de linhaça, semente de girassol, ou outra. Mas é importante não colocar muitos cereais, porque essa massa é bem delicada)
2 colheres (chá) de fermento biológico seco instantâneo

É só colocar tudo na máquina (gosto de bater todos os ingredientes menos a farinha no liquidificador antes de pôr na cuba) e, depois que apitar para adicionar os ingredientes, retira-se a massa para ser acomodada numa forma untada e enfarinhada.


Como fiz receita dupla (1200g), usei duas forminhas de uns 20cm x 10cm.


Uns cinco minutos antes de tirar a massa da MFP, ligue o forno no máximo por 5 a 7 minutos. Daí desligue e deixe o pão lá dentro por cerca de 30 a 40 minutos. Essa dica aprendi no Chucrute com Salsicha, num momento de desespero para fazer crescer meus pãos no inverno e é ótima em qualquer estação.


Depois de crescidos, retire as formas do interior, ligue novamente no máximo. Quando já tiver aquecido (uns 4 minutos), coloque os pães lá dentro com a chama ainda no máximo e marque 10 minutos (como eram pães pequenos, deixei só 8, para não ficarem muito morenos). Depois desse tempo, baixe a chama no mínimo e marque 30 minutos.


Pronto! Os pães estão lindos e assados. É importante esse tempo de fogo máximo e mínimo, porque o pão vai crescer mais um tanto e assar por inteiro.

Depois de tirados do forno, é só colocar emcima de uma gradinha (também uso aquelas madeirinhas-suporte para panelas) e enrolar em um guardanapo. Ainda coloco um saco plástico aberto no meio do guardanapo, para abafar de verdade. Dessa forma, a casca fica mais macia.

Agora é só buscar o requeijão, a maionese, a margarina, a geléia e se deliciar!!!

2 comentários: